Diferença entre segurança e privacidade

Tanto a segurança quanto a privacidade são interdependentes e muitas vezes são sinônimos. Muitos de nós podem acreditar que ambos são termos intimamente relacionados e que um não pode ter um sem o outro, enquanto alguns argumentariam que se pode ter segurança sem privacidade, mas não o contrário. Ambos os termos são sinônimos de tecnologia e redes.

O impacto da tecnologia em nossas vidas continua a aumentar, com os negócios digitais se movendo em um ritmo muito mais rápido do que os negócios tradicionais. Conforme as grandes organizações adotam tecnologias como big data, Internet das coisas e nuvem, a segurança é um mal necessário. Nesta era digital impulsionada pela tecnologia, onde tudo está conectado e facilmente acessível, a segurança deve ser mais do que uma reflexão tardia. Este artigo explica como os dois diferem um do outro, e não relacionados.



O que é segurança?

Segurança refere-se à liberdade pessoal de forças externas. É o estado de estar livre de ameaças ou perigos potenciais. Assim como um sistema de segurança residencial que protege a integridade de sua casa, a segurança de dados protege seus valiosos dados e informações de olhares indiscretos, protegendo suas senhas e documentos.

Segurança refere-se a medidas de proteção implementadas para proteger dados digitais de usuários não autorizados, como cibercriminosos e hackers. A tecnologia ficou mais avançada, assim como os hackers, e também as medidas de segurança de dados. Embora a segurança não garanta que os dados ou informações não sejam comprometidos, medidas e protocolos de segurança rígidos ajudam a prevenir o acesso não autorizado. Portanto, é sempre recomendável proteger suas contas online com senhas fortes, com diferentes combinações em diferentes sites que exigem um login.



Os principais objetivos da segurança são confidencialidade, integridade e disponibilidade. O objetivo é fortalecer o controle interno e restringir o acesso não autorizado de fatores internos e externos, protegendo assim a confidencialidade e integridade de recursos e ativos.

Todas as medidas de segurança tentam abordar pelo menos um dos três objetivos:

  1. Protegendo a confidencialidade
  2. Preservando a integridade dos ativos de informação
  3. Promover a disponibilidade de dados e informações.

Essas medidas se aplicam a áreas como segurança de pessoal, segurança de rede e segurança administrativa. Os protocolos e medidas de segurança definem o que você deseja proteger e de quê. Para desenvolver políticas de segurança fortes e legítimas, você deve definir seus objetivos de segurança, que o ajudarão ainda mais a elaborar o plano de segurança para um sistema seguro.



O que é privacidade?

Privacidade é o direito à liberdade de intrusão e olhos curiosos. É o estado de estar livre de atenção indesejada e vigilância secreta. Privacidade é mais uma noção que inclui sigilo. É um dos princípios fundamentais da dignidade humana.

Vamos pegar a janela, a da sua casa. Uma janela tem várias funções. Por um lado, ele atualiza os interiores com um elemento de controle gráfico. Ele permite que as pessoas desfrutem da beleza ao ar livre e, ao mesmo tempo, também permite que estranhos ou visitantes indesejados entrem. Assim como você olha para fora, outros podem olhar para dentro. Para evitar que estranhos espreitem suas janelas, você pode colocar uma cortina ou uma cortina para cobrir a janela. Isso é chamado de privacidade. Restringir a visualização protege sua privacidade, pois invasores ou ladrões podem não conseguir ver quem ou o que está dentro. Da mesma forma, a segurança da informação protege os limites de acesso a dados ou informações pessoais.



Diferença entre segurança e privacidade

  1. Definição de Segurança e Privacidade

Embora ambos sejam termos interligados, geralmente usados ​​em conjunto. Embora um não possa existir sem o outro, eles costumam ser desviados. Segurança é o estado de liberdade pessoal ou estar livre de ameaças potenciais, enquanto privacidade se refere ao estado de estar livre de atenção indesejada.

  1. Objetivos de segurança e privacidade

Os três principais objetivos da segurança são confidencialidade, integridade e disponibilidade. Segurança significa proteger seus ativos de informação e dados confidenciais contra acesso não autorizado. Isso afeta a segurança da informação e a segurança cibernética. Todos os protocolos de segurança atendem a pelo menos um dos três objetivos. A privacidade, por outro lado, refere-se aos direitos de indivíduos e organizações com relação às informações pessoais.

  1. Programas de segurança e privacidade

Um programa de segurança se refere a um conjunto de protocolos e regulamentos estabelecidos para proteger todos os ativos e recursos de informações confidenciais que uma organização coleta e possui. Ele se concentra nos dados e informações, e não nas informações pessoais de indivíduos. O programa de privacidade, por outro lado, se concentra em proteger apenas informações pessoais, como credenciais de login, senhas, etc.

  1. Princípios de segurança e privacidade

Os três princípios básicos de segurança incluem proteger a confidencialidade, preservar a integridade dos ativos de informação e promover a disponibilidade de dados e informações. A privacidade define os direitos de indivíduos e organizações com relação às informações pessoais. Até certo ponto, a privacidade pode ser alcançada com iniciativas de segurança e a segurança depende da privacidade das credenciais e do acesso aos dados.

  1. Dependência

Segurança e privacidade andam de mãos dadas. Pode-se imaginar um ambiente seguro, mas não garante privacidade. Da mesma forma, pode-se imaginar uma casa que é privada por causa das janelas, mas não garante a segurança de estranhos. A segurança pode ser alcançada sem privacidade, mas a privacidade não pode ser alcançada sem segurança. A segurança é fraca ou vulnerável e afeta automaticamente a privacidade.

Segurança x privacidade: gráfico de comparação

Resumo de segurança x privacidade

Embora a segurança e a privacidade sejam interdependentes, a segurança pode ser alcançada sem privacidade, mas a privacidade não pode ser alcançada sem segurança. A segurança protege a confidencialidade, integridade e disponibilidade das informações, enquanto a privacidade é mais granular sobre os direitos de privacidade com relação às informações pessoais. A privacidade prevalece quando se trata de processamento de dados pessoais, enquanto a segurança significa proteger os ativos de informação contra acesso não autorizado. Os dados pessoais podem referir-se a qualquer informação relativa a qualquer indivíduo, como nomes, endereços, credenciais, informações de contas financeiras, números de segurança social, etc.