Diferença entre ISBN e ISSN

ISBN vs ISSN



“ISBN” é “International Standard Book Number” e “ISSN” é “International Standard Serial Number.” Tanto o ISBN quanto o ISSN são códigos usados ​​pelos editores para numerar ou serializar suas publicações.

Uma das principais diferenças entre o ISBN e o ISSN é que o primeiro identifica o editor, enquanto o último não se identifica o editor.

O Número Internacional Padrão de Livro é fornecido para monografias ou livros, enquanto o Número Internacional Padrão de Série é fornecido para uma série de monografias ou livros. Em palavras simples, o ISBN é atribuído a um livro único ou separado e o ISSN é atribuído a uma série de livros. Quando o ISBN identifica o volume ou edição específica, o ISSN identifica apenas a série do volume ou edição.



No caso do ISSN, é apenas opcional, o que significa que a editora não está legalmente obrigada a utilizá-lo. Por outro lado, o ISBN é obrigatório se o livro se enquadrar na aplicação ISBN.

Ao contrário do ISBN, o ISSN será o mesmo em todos os volumes ou números de uma única série. Por outro lado, o ISBN é diferente para cada volume e edição.

O International Standard Book Number é um código padrão de 13 dígitos. Foi Gordon Foster quem criou para o primeiro Tempo um código ISBN de nove dígitos. Mais tarde, a Organização Internacional de Padronização desenvolveu o código numérico padrão de dez dígitos. Após 2007, o ISBN passou a ter um código padrão numérico de 13 dígitos.



O número de série padrão internacional é um número padrão de oito dígitos. É o número atribuído a um conjunto da série e, quando a série muda, outro código ISSN é atribuído. Foi em 1971 que o ISSN sistema foi elaborado pela primeira vez. Os códigos numéricos padrão do ISSN são atribuídos pelos Centros Nacionais do ISSN e são coordenados pelo Centro Internacional do ISSN, com sede em Paris.

Resumo:

1. “ISBN” é “International Standard Book Number” e “ISSN” é “International Standard Serial Number”.
2. Uma das principais diferenças entre o ISBN e o ISSN é que o primeiro identifica a editora, enquanto o último não identifica a editora.
3. O número de série padrão internacional é dado para monografias ou livros, enquanto o número de série padrão internacional é dado a uma série de monografias ou livros.
4. No caso do ISSN, é apenas opcional, o que significa que a editora não está legalmente obrigada a utilizá-lo. Por outro lado, o ISBN é obrigatório se o livro se enquadrar na aplicação ISBN.