Diferença entre centralização e descentralização

Os termos centralização e descentralização referem-se à estrutura política e administrativa de um país. Em um estado centralizado, o poder e a autoridade está concentrada nas mãos do governo central, que toma decisões e desempenha a maioria das funções. Por outro lado, em um estado descentralizado, poder e as responsabilidades são dispersas e distribuídas por regiões e áreas. Embora todos os governos centralizados tenham características comuns e características semelhantes, nem todos os países descentralizados são iguais. Na verdade, o processo de descentralização pode variar de país para país e pode ser implementado de maneiras diferentes. Por exemplo, o grau de autonomia das regiões e autoridades locais varia muito. Tanto os Estados Unidos quanto a China usam uma abordagem descentralizada, mas o resultado é muito diferente. Os estados únicos nos EUA têm um grande grau de autonomia enquanto As regiões chinesas permanecem sob controle estrito do governo central.

Diferença entre centralização e descentralização

O que é centralização?

Em um país centralizado, o poder e a autoridade estão concentrados nas mãos do governo central, enquanto as regiões e as autoridades locais têm pouco ou nenhum poder. Em muitos casos, um governo centralizado está vinculado à ideia de um regime autoritário que não permite a participação pública e democrática. No entanto, nem sempre é esse o caso. Enquanto os regimes militares e ditatoriais tentam concentrar o poder nas mãos de poucos, existem vários países democráticos e de alto funcionamento, como a Dinamarca e a Noruega, que usam um modelo centralizado. A centralização tem muitas vantagens:

  • É um sistema muito eficiente;
  • O processo de tomada de decisão é rápido e eficaz;
  • Não há duplicações - e, portanto, o aparato burocrático está funcionando melhor;
  • Promove a igualdade em todo o país, já que as decisões tomadas no nível central geralmente se aplicam a todas as regiões; e
  • Ele promove o surgimento de um sistema econômico nacional unificado.

Diferença entre centralização e descentralização-1

O que é descentralização?

Em um sistema descentralizado, o poder, as funções e a autoridade são distribuídos entre as autoridades e entidades locais e não estão concentrados nas mãos do governo central. O poder pode ser dividido entre regiões, províncias ou mesmo cidades - cada país e cada sistema descentralizado tem características diferentes e o grau de autonomia das várias áreas pode variar. A descentralização é freqüentemente vista como a resposta aos problemas ligados a um governo centralizado (ou seja, falta de participação pública, controle excessivo, declínio econômico, etc.). Na verdade, este sistema tem várias vantagens:

  • Limita (ou evita) os riscos de concentração excessiva de poder;
  • Pode aumentar o desenvolvimento econômico;
  • Garante uma participação política mais ampla;
  • Isso desencadeia inovação política;
  • Promove a criação de políticas adaptadas às necessidades de cada região; e
  • Respeita as diversidades étnicas e culturais.

Semelhanças entre centralização e descentralização

Centralização e descentralização são conceitos opostos. Em um caso, o poder está nas mãos de poucos, enquanto no outro a autoridade e as funções são distribuídas entre um maior número de jogadores. Apesar das várias diferenças entre os dois, podemos identificar alguns aspectos semelhantes:

  1. Em ambos os casos, o governo central mantém um certo grau de controle. Na verdade, em países descentralizados como a China, as autoridades locais estão sob controle supervisão do governo central e seus poderes são limitados;
  2. Tanto a centralização quanto a descentralização não se limitam à governança. Os dois termos podem se referir a centralização e descentralização de entidades políticas, órgãos administrativos, forças de segurança, autoridades econômicas e grupos sociais; e
  3. Ambos os sistemas podem ser eficazes na promoção do crescimento econômico e da estabilidade política.

Diferença entre centralização e descentralização

Centralização e descentralização são dois processos muito diferentes que podem moldar um país de maneiras diferentes. Em um estado centralizado, o processo de tomada de decisão torna-se responsabilidade de poucas pessoas e está nas mãos do governo central. Por outro lado, um estado descentralizado busca a participação de autoridades locais e entidades governamentais. No entanto, é importante notar que um estado centralizado não é necessariamente um estado autoritário ou despótico e, da mesma forma, um sistema descentralizado não acarreta necessariamente um maior grau de participação pública. Ambos os sistemas têm vantagens e desvantagens, e algumas das principais diferenças entre os dois incluem o seguinte:

  1. O processo de centralização pode ser iniciado por várias razões: alguns governos acreditam que um maior grau de controle sobre o sistema político e econômico do país pode trazer crescimento econômico, ordem e prosperidade. Por outro lado, outros governos iniciam o processo de centralização a fim de exercer um maior grau de controle sobre a população e limitar as liberdades locais e públicas. O processo de descentralização, ao contrário, necessariamente traz mais autonomia local e regional, enquanto o poder do governo central pode ser ligeiramente reduzido. A descentralização pode ser o resultado de crises políticas e econômicas, ou pode ser baseada em políticas e intenções explícitas; e
  2. Se pensarmos em eficiência, podemos acreditar que um governo centralizado é capaz de tomar e implementar decisões de forma muito mais rápida, pois o processo burocrático é cada vez mais curto. No entanto, embora as decisões possam ser tomadas mais rapidamente, elas podem não ser personalizadas de acordo com as necessidades da população. Por outro lado, em um estado descentralizado, os tomadores de decisão estão mais próximos da população em geral e são, portanto, capazes de identificar as necessidades regionais e locais - promovendo, assim, leis e projetos de lei mais úteis e eficazes.

Diferença entre centralização e descentralização

No mundo de hoje, podemos identificar muitos exemplos de países centralizados e descentralizados: Dinamarca, Noruega e Reino Unido se enquadram na primeira categoria, enquanto a Suíça, os EUA e a China são estados descentralizados. Com base nas diferenças descritas na seção anterior, podemos identificar alguns outros recursos que diferenciam o processo de centralização de seu oposto.

Centralização vs descentralização com a tabela de comparação

Centralização Descentralização
Diversidade étnica Um governo centralizado frequentemente acaba negligenciando as necessidades específicas de comunidades menores e locais. Estando distantes da população, os tomadores de decisão muitas vezes ignoram a importância de levar em conta a diversidade étnica e de promover a cultura integração e igualdade. Em um sistema descentralizado, os tomadores de decisão costumam ter como alvo as minorias étnicas e comunidades menores com suas leis e projetos de lei. Um modelo descentralizado pode servir melhor a diversos interesses.
Participação Um sistema centralizado não exclui necessariamente a participação pública - embora seja mais fácil para o governo tomar e implementar decisões sem ter que passar pelo escrutínio público. Muitas vezes, acredita-se que um sistema descentralizado aumenta e promove a participação pública. No entanto, nem sempre é o caso - por exemplo, a China é um sistema descentralizado de partido único, no qual o partido comunista mantém controle estrito sobre a população e todas as decisões públicas.
Resolução de conflitos Um governo centralizado pode levar à agitação local e regional quando as comunidades locais estão infelizes ou se sentem negligenciadas pelas políticas centrais. Ao mesmo tempo, um governo centralizado geralmente está em uma posição melhor para lidar com negociações com terceiros e outros países. Em um estado descentralizado, a agitação social e regional é mais bem tratada porque os tomadores de decisão estão mais próximos da população em geral. No entanto, ao mesmo tempo, um governo descentralizado pode ter menos influência no trato e negociação com terceiros e países estrangeiros.

Resumo: Leve para casa a mensagem sobre Centralização vs Descentralização

Centralização e descentralização são dois processos que afetam profundamente o aspecto político, social e econômico de um país. Em um estado centralizado, o poder está nas mãos do governo central, mas isso não se traduz necessariamente em um regime autoritário ou despótico. Muitas democracias ocidentais usam um sistema centralizado para limitar as duplicações e evitar o desperdício de dinheiro em processos burocráticos inúteis. Um estado centralizado tem muitas vantagens (ou seja, eficiência, rapidez, etc.), mas, ao mesmo tempo, tem várias desvantagens. A centralização do poder é freqüentemente vista como uma redução da participação pública, e o governo centralizado é freqüentemente responsabilizado pelos fracassos políticos e econômicos.

Em um estado descentralizado, as funções e responsabilidades são (nem sempre igualmente) distribuídas entre as regiões, cidades e autoridades locais. O sistema descentralizado é frequentemente considerado para aumentar a participação pública e a igualdade, pois os tomadores de decisão estão mais próximos da população e podem propor e promulgar leis e projetos de lei customizados para atender às necessidades específicas das comunidades locais e grupos minoritários. O processo de descentralização pode começar após grandes crise econômica ou pode ser o resultado de políticas explícitas. De fato, vários países - como o Reino Unido ou a Espanha - vêm aumentando o grau de autonomia de regiões e áreas locais para promover um crescimento igualitário.

Centralização e descentralização são dois processos muito diferentes - mas acadêmicos e profissionais não foram capazes de determinar se um é melhor do que o outro. Nem todos os países centralizados são iguais e nem todos os países descentralizados são iguais. O sistema centralizado é mais adequado para países pequenos, enquanto o modelo descentralizado é ideal no caso de países grandes e muito diversos, como a China ou os Estados Unidos.