Diferença entre ADF e VOR

ADF vs VOR: ADF é a abreviação de Automatic Direction Finder vs VOR significa Very High-Frequency (VHF) Omni-directional Radio Range.

A navegação aérea é a arte e a ciência de ir de um ponto a outro sem perder o rumo e no menor tempo possível. Você já se perguntou como os pilotos navegam no ar ou como eles encontram o caminho sem se perder? Não é como se eles tivessem o Google Maps ou algo para navegação aérea, porque eles literalmente têm que navegar milhares de quilômetros sem se perder. Os modernos sistemas de navegação de aeronaves são todos digitais agora e o avanço tecnológico em rápida evolução tornou a navegação aérea mais segura e fácil do que antes. No entanto, uma das formas mais antigas de navegação por rádio, o localizador automático de direção (ADF), que foi uma atualização significativa para o NDB (farol de rádio não direcional) operado manualmente, ainda está em uso hoje.

Passando para o VOR, foi provavelmente uma das invenções mais significativas nos sistemas de navegação de aeronaves. Abreviação de Alcance de Rádio Omni-direcional de VHF (Very High-Frequency), VOR é um sistema de navegação por rádio para aeronaves que operam na banda de VHF. Este sistema de navegação entrou em vigor após a Segunda Guerra Mundial e ainda está em uso hoje. Milhares de estações transmissoras baseadas em terra comunicam-se efetivamente com o equipamento receptor a bordo para derivar o rolamento magnético. Acredita-se que o VOR seja um pouco mais avançado do que o ADF. Com o tempo, enormes avanços na tecnologia de ondas muito curtas permitiram que o VOR se tornasse um auxílio de navegação altamente avançado.

O que é ADF?

ADF, abreviação de Automatic Direction Finder, é uma das primeiras formas de sistemas de navegação aérea ainda em uso hoje. É um sistema de navegação de curto / médio alcance que fornece informações direcionais trabalhando no mais simples conceito de radionavegação baseado em balizas não direcionais (NDBs) no solo. No entanto, como avanços foram feitos na eletrônica da aeronave, o receptor NDB operado manualmente foi logo substituído pelo ADF, que poderia determinar eletronicamente o rumo para o NDB e exibir essas informações diretamente para o piloto. Os NDBs transmitem um sinal AM simples não direcional que pode ser captado pela antena ADF e pelo receptor da aeronave. Usando equipamento ADF em conjunto com o indicador de rumo da aeronave, o piloto pode facilmente determinar a direção relativa da aeronave a partir da estação e usar esta informação para calcular a distância da direção que levará ao farol.

O que é VOR?

Abreviação de Alcance de Rádio Omnidirecional de Frequência Muito Alta (VHF), o VOR é um sistema de navegação de rádio de curto alcance para aeronaves que entrou em vigor após a Segunda Guerra Mundial. Depois da guerra, o VOR parecia ser o meio mais promissor de fornecer navegação em rota de médio alcance. Durante meados da década de 1940, o mundo da aviação precisava desesperadamente de um sistema de navegação de curto alcance eficiente, mas preciso. Desde sistemas de comunicação de rádio baseados em sistemas muito elevados frequência (VHF) já em vigor, com o aumento da demanda por espectro para novos sistemas de navegação, foi desenvolvido um novo sistema de radionavegação baseado em VHF. Este sistema tornou-se o sistema VHF de faixa omnidirecional (VOR). O Washington Institute of Technology entregou o primeiro VOR operacional para o CAA em 1944. Este VOR experimental operou em um frequência de 125 MHz. Em 1946, a CAA adotou o VOR como o padrão nacional de navegação civil.

Diferença entre ADF e VOR

  1. Noções básicas de ADF e VOR

- Automatic Direction Finder (ADF) e VHF Omni-directional Radio Range (VOR) são os dois métodos mais comuns de navegação que os pilotos usam com frequência para navegação de curto a médio alcance.

ADF é uma das primeiras formas de sistemas de navegação aérea baseados em balizas não direcionais (NDBs) baseadas em solo.

VOR é um sistema de navegação por rádio de curto alcance para aeronaves que entrou em vigor após a Segunda Guerra Mundial. Após a guerra, o VOR parecia ser o meio mais promissor de fornecer navegação em rota de médio alcance. O Washington Institute of Technology entregou o primeiro VOR operacional ao CAA em 1944.

  1. Tecnologia envolvida em ADF e VOR

- ADF é um sistema de navegação de curto a médio alcance operando na faixa de frequência de 190 a 1750 KHz, ou seja, bandas de baixa e média frequência. Ele usa uma antena ortogonal que consiste em dois loops; um alinhado com a linha central da fuselagem e o outro em ângulos retos. Os receptores ADF estão localizados no compartimento de equipamento aviônico que fornecem a saída desejada e a transmitem para um display para fornecer a direção do piloto para a estação.

O VOR é mais desenvolvido do que o ADF e é a base para as atuais redes de vias aéreas usadas para navegação. O VOR opera na faixa de frequências de 108-117,95 MHz.

  1. Trabalhando com ADF e VOR

- O ADF é baseado em balizas não direcionais baseadas em solo que transmitem um sinal AM simples e não direcional que pode ser captado pela antena e pelo receptor da aeronave. Usando o equipamento ADF em conjunto com o indicador de rumo da aeronave, o piloto então determina a direção relativa da aeronave a partir da estação e usa essa informação para calcular a distância da direção que levará à estação.

O sistema VOR consiste em milhares de estações transmissoras baseadas em terra que se comunicam com o equipamento receptor de VOR localizado no compartimento de equipamento aviônico da aeronave. O sistema de navegação VOR funciona com base no princípio da diferença de fase nos dois sinais de rádio - um dos quais é constante em todas as direções, enquanto a outra é um sinal variável de varredura de 360 ​​graus.

ADF vs. VOR: Gráfico de comparação

Resumo de ADF vs VOR

Ambos ADF e VOR são a forma mais comum e mais antiga de sistema de navegação aérea que ainda está em uso hoje, auxiliando os pilotos na navegação em rota e pilotando a aeronave sem se perderem. ADF é um dos primeiros métodos de sistemas de navegação que os pilotos ainda usam hoje. É um sistema de navegação de curto / médio alcance que fornece informações direcionais trabalhando no mais simples conceito de radionavegação baseado em balizas não direcionais (NDBs) no solo. Acredita-se que o VOR seja um pouco mais avançado do que o ADF e tem sido um confiável sistema de navegação desde 1960, e ainda são amplamente utilizados hoje.